25 set 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
10:12min. 
 em 
Vice-prefeito se diz vítima de calúnia e perseguição em Jardim do Seridó

O vice-prefeito de Jardim do Seridó Patrício Júnior (foto) disse ontem, durante a mobilização da Coligação Coragem Pra Mudar, que está sendo caluniado e perseguido pelo prefeito Padre Jocimar, e não sabe o que motivou esta atitude.

Ao discursar no bairro Baixa da Beleza, ao lado do deputado Álvaro Dias – candidato a vice-governador – Patrício relembrou as suas ações administrativas quando prefeito, que o credenciaram para ser o companheiro de chapa de Padre Jocimar nas últimas eleições.

“Há dois anos, pra compor a chapa, eu era bom, um homem digno, honesto, e fui convidado a compor a chapa de Padre Jocimar. Ele exigiu a minha presença na chapa pra sair candidato, e agora eu não presto mais?”, questionou Patrício.

Ele atribui as perseguições e calúnias ao fato de o candidato a deputado estadual que ele está apoiando, o médico Antônio Petronilo, ex-prefeito de Parelhas, ter mais que o dobro das intenções de voto do candidato do Padre Jocimar, deputado Nélter Queiroz, candidato à reeleição.

“Sou do PDT, meu candidato a governador é Carlos Eduardo, e o meu deputado estadual é Antônio Petronilo, que é da terra, tem serviços prestados a Jardim do Seridó e tem compromisso com o povo desta cidade”, disse ele, acrescentando que é importante votar numa chapa que tem um seridoense, no caso o deputado Álvaro Dias, porque “ele vai conseguir obras e recursos para Jardim do Seridó. Seridoense vota em seridoense”.

Patrício se disse surpreso com a perseguição que o prefeito Padre Jocimar lhe faz, como se ele fosse adversário. “Só fiz o bem ao prefeito, e não entendo porque estou sendo massacrado e humilhado por ele”, afirmou.

O prefeito, segundo Patrício Júnior, mandou suspender o pagamento do seu próprio salário e o salário do vice-prefeito há quatro meses, alegando que o erário municipal não tem dinheiro.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!