16 dez 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
23:17min. 
 em 
Sessão histórica marca homenagem aos ex-prefeitos de Caicó

A Câmara de Caicó esteve reunida nesta quinta-feira (16), data da emancipação política municipal, para homenagear os ex-prefeitos, e seus respectivos vices, em sessão solene idealizada pelo vereador Miltão Batista (PR), que aproveitou para fazer um balanço da história política local, desde a ditadura de 1968, até a redemocratização do país.

Com exceção do ex-prefeito Manoel Torres, que governou a cidade por duas oportunidades (1973/77 e 1989/92), mas que foi representado pelo sobrinho David Torres, os demais homenageados estiveram presentes. “São os monstros sagrados da política de Caicó”, disse o vereador Miltão. O deputado estadual Álvaro Dias (PDT), que foi vice-prefeito de Manoel Torres, foi representado pelo vereador Lobão Filho (PMDB).

O primeiro agraciado da noite, Francisco de Assis Medeiros (1969/73), lembrou o duro fardo carregado, tendo que exercer a advocacia em meio ao regime militar, e a eleição para prefeito de Caicó, contribuindo com a construção do pensamento democrático. “E virei Burra Cega para me popularizar”, falou sobre a imagem distante que as pessoas tinham de um homem com vivência nos tribunais.

O ex-prefeito Nilson Dias (1998/200) convocou as futuras gestões a aproveitar o potencial educacional de cidade, através das universidades e do IFRN. “Caicó precisa valorizar o potencial da juventude, pois é ela que vai fazer a nossa história futura”.

Roberto Germano, que comandou os destinos do município entre 2000 e 2004, afirmou que hoje estava se escrevendo mais uma página da nossa história política. “Será que a gente fez por merecer? Cada um deu a sua contribuição. Temos que estimular os jovens a entrarem na política, mas querendo faze o bem às pessoas que estão ao nosso redor”, disse.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!