03 jun 2015
 Por 
Blog do Seridó
 às 
15:34min. 
 em 
RN: Afiliada da Globo demite âncora em “retaliação tardia” por greve

matheusmagalhaes-intertv-rn

Em 10 de dezembro de 2014, os jornalistas do Rio Grande do Norte viveram um dia triste, mas histórico: todos foram trabalhar de preto devido aos baixos salários que a categoria recebe no estado. Conhecido como “quarta negra”, todos os apresentadores e repórteres de todas as emissoras de RN se colocaram de “luto” pela não valorização da profissão.

O estado nordestino tem o pior piso salarial de jornalistas para o Brasil: cerca de R$ 1.225,80. O Sindicato dos Jornalistas do estado defende um aumento de quase mil reais (R$ 2.172,00) e também uma melhora nos benefícios, como vale-alimentação, auxílio-creche, licença-maternidade de seis meses e vale-cultura. Porém, os patrões negaram e ofereceram apenas um pequeno aumento salarial de 6%, que iria fazer o salário ir para cerca de R$ 1.414,00.

Um dos jornalistas que mais reclamaram da situação foi o âncora do “RNTV – 1ª edição”, da InterTV Cabugi, afiliada da Globo, Matheus Magalhães. Um acordo foi conseguido na época e a greve não chegou a ser deflagrada. Mas ao que consta, as rusgas ficaram. Na manhã desta quarta-feira (03), Matheus foi surpreendentemente demitido da emissora. A informação foi confirmada pelo mesmo, em sua página no Facebook.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!