17 dez 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
17:05min. 
 em 
Procuradoria Eleitoral ajuíza representação contra Rogério Marinho e George Soares

A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte (PRE/RN) ajuizou hoje, 17 de dezembro, duas representações por captação ilícita de recursos eleitorais.

Uma delas é contra Rogério Marinho (PSDB), primeiro suplente ao cargo de deputado federal pela coligação Força da União (PSL/PTN/PSC/DEM/PMN e PSDB) e a outra contra George Soares (PR), eleito deputado estadual nas Eleições 2010. Caso comprovada, a captação ilícita de recursos é irregularidade que pode ser punida com a negação ou a cassação do diploma.

De acordo com a representação, assinada pelos procuradores eleitorais auxiliares Ronaldo Pinheiro de Queiroz, Gilberto Barroso e Rodrigo Telles, os dois candidatos receberam de Amaro Alves Saturnino doação de campanha, sem a emissão do recibo exigido por lei. Além disso, não informaram ao TRE ou incluíram nas prestações de contas dos dois candidatos.

O fato levou, inclusive, a reprovação das contas do candidato George Soares (dir). “Toda despesa destinada à realização de comícios ou eventos para promoção de candidaturas é considerada gasto eleitoral, que, nessa qualidade, encontra-se sujeita a registro na prestação de contas e à obrigatoriedade de informação à Justiça Eleitoral”, destaca o procurador eleitoral auxiliar Ronaldo Pinheiro de Queiroz.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!