18 jun 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
14:46min. 
 em 
PM volta a ser preso acusado de assassinato

Dando continuidade à investigação sobre crimes de execução ocorridos na Grande Natal, a Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deicor) cumpriu nesta sexta-feira (18) o mandado de prisão do soldado Wendell Fagner Cortez de Almeida, 33 anos, acusado do assassinato de uma aposentada, no dia 12 de dezembro de 2009, em Monte Alegre.

O PM, que já tinha sido preso por outro crime de morte e estava solto há apenas dois dias, voltou à cadeia depois de ser reconhecido por duas testemunhas da execução através da fotografia publicada em um jornal local. Somado a outros indícios, a Justiça tomou a decisão de decretar a prisão do militar.

A vítima foi surpreendida por três homens que chegaram ao local em um carro azul e em um Gol preto. O trio usava roupas militares, coturnos e cinturão tático com coldre para a arma. A aposentada, que era dona de um bar, foi abordada e indagada sobre o paradeiro de um sobrinho que tinha passagem por tráfico na Zona Norte de Natal.

A mulher negou ser a tia do rapaz e, apenas por esse motivo, acabou alvejada com três tiros na cabeça e ombro. Ao cair, ainda agonizando, a vítima foi alvejada por mais três disparos deflagrados, segundo as testemunhas, pelo PM Wendell Cortez. Em seguida, os matadores fugiram em alta velocidade.

Compartilhe:

1 Comentário

  1. EMIVAL disse:

    RAPAZ ESSE WENDELL E OSSO MESMO

Deixe o seu comentário!