01 nov 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
19:20min. 
 em 
Nordeste foi a região em que Dilma teve maior vantagem

O segundo turno das eleições presidenciais foi definido especialmente pela Região Nordeste, onde a candidata petista, Dilma Rousseff, teve 10,7 milhões de votos a mais que o tucano José Serra. Os dados foram apresentados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) hoje (1º), após concluir a apuração de todas as urnas do país.

Dilma surpreendeu o PSDB ao se sair melhor que Serra também na Região Sudeste, em que o partido de oposição costuma ter mais votos. Apesar de os tucanos terem conquistado os governos de São Paulo e Minas Gerais – os dois maiores colégios eleitorais do país –, Dilma teve 1,6 milhões de votos a mais que Serra na região.

A petista ainda teve vantagem na Região Norte, de pouco mais de 1 milhão de votos. Nos votos em trânsito, de pessoas que estavam viajando e se cadastraram para votar fora de seu domicílio eleitoral, a futura presidente teve cerca de três mil votos a mais que seu adversário.

José Serra, por sua vez, destacou-se nas regiões Sul e Centro-Oeste. Na primeira, teve 1,2 milhão de votos de vantagem sobre a petista, apesar de os gaúchos terem escolhido no primeiro turno Tarso Genro, do PT, para governador. Na segunda, a vantagem foi de quase 129 mil votos a mais. O tucano ainda teve maioria nos votos de brasileiros no exterior – vantagem de 14,8 mil eleitores.

No total, Dilma Rousseff teve cerca de 55,7 milhões de votos em todo o país. Foram 12 milhões de votos a mais que José Serra, que teve ao todo 43,7 milhões. Do total de mais de 135 milhões de eleitores, 29,1 milhões não comparecerão para votar. A abstenção foi de 21%. Votos brancos e nulos somaram cerca de 7 milhões.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!