08 mar 2012
 Por 
Blog do Seridó
 às 
09:12min. 
 em 
Idi Amin Dada ficou conhecido por processar jornalistas

O ditador de Uganda, Idi Amin Dada, de um temperamento violento e agressivo, tornou-se conhecido por processar jornalistas. Isso no início, logo quando ascendeu ao poder em Uganda, assumindo o posto máximo daquele País.

Quando os jornalistas faziam uma boa matéria, elogiando suas atitudes, ele achava bom. Mas quando os jornalistas, exercendo a liberdade de imprensa, criticavam suas atitudes, ele determinava a seus advogados, que abrissem um processo para intimidá-los. Não admitia que ninguém discordasse dele.

Queria dessa forma, intimidar e controlar a imprensa. Essa decisão do ditador de Uganda, não funcionou. Os jornalistas daquele País, não se amedrontaram e passaram a denunciar outros atos de desmandos e violência praticados pelo ditador. Idi Amin não se conformou e partiu para o confronto.

Mandava prender jornalistas, chegando ele próprio a usar a força e agredí-los. Insistia em controlar a imprensa e isso revoltava mais ainda todos os jornalistas daquele País, que se uniram para combater o uso da força e o ditador. Idi Amin Dada não resistiu, foi destituído. Saiu do poder, sem nunca conseguir calar a imprensa.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!