06 jan 2015
 Por 
Blog do Seridó
 às 
08:33min. 
 em 
Estudo feito ao longo de 20 anos põe em xeque o mito do obeso saudável

A ideia de que é possível existir uma “obesidade saudável” foi posta em xeque por um estudo britânico que acompanhou mais de 2,5 mil voluntários durante 20 anos. Pesquisadores da University College London concluíram que mais da metade dos obesos considerados saudáveis sofrem um declínio na saúde e tornam-se pessoas não saudáveis ao longo do tempo.

O estudo acompanhou a saúde de 2.521 homens e mulheres com idade entre 39 e 62 anos. Entre os que foram definidos no início do estudo como obesos saudáveis, por não possuírem fatores de risco metabólico, 51% tinham se tornado obesos não saudáveis ao final do estudo. Outros 38% se mantiveram obesos e saudáveis e 11%  deixaram de ser obesos e mantiveram a saúde. Esses resultados foram publicados no “Journal of the American College of Cardiology”.

O declínio da saúde dos obesos considerados inicialmente como saudáveis foi progressivo: em 5 anos, 32% dos que foram considerados obesos saudáveis já tinham desenvolvido problemas de saúde. Em 10 anos, 41% já tinham se tornado obesos não saudáveis.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!