09 maio 2015
 Por 
Blog do Seridó
 às 
01:16min. 
 em 
DEHOM elucida homicídio de Máximo Augusto

IMG-20150508-WA0010

Nesta sexta-feira (8), o último integrante que teve participação nos crimes contra o estudante universitário Máximo Augusto Medeiros de Araújo, de 23 anos, apresentou-se à Polícia Civil.  Rafael Manuel do Nascimento, de 22 anos, conhecido como Rafael “Lebre”, confessou, na Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM), ter recebido o veículo da vítima das mãos de Jean Araújo, de 19 anos, autor do homicídio.

Rafael “Lebre” conta que foi procurado por Jean ainda na manhã da sexta-feira, 1º de maio, que lhe entregou o veículo indicando que o mesmo poderia ser vendido ou levado para uma cidade do interior, já que possuía documentos. Em posse do carro, Rafael encontrou-se com Erick Jonatha da Silva, de 25 anos, para lhe pedir indicação de um local onde poderia efetuar a venda de peças do carro, uma vez que Erick já havia trabalhado em uma oficina.

No sábado (2), Rafael e Erick dirigem-se até uma oficina, localizada no bairro de Candelária, onde vendem a direção hidráulica do carro e o ar-condicionado do veículo pelo valor de R$ 1,8 mil. Na segunda-feira (4), à tarde, Rafael retorna a oficina para retirar o veículo, que é abandonado, em seguida, em uma das ruas do bairro e encontrado na terça-feira (5) por policiais militares, após denúncia anônima.

Rafael “Lebre” foi preso em flagrante na delegacia pela posse do celular de Máximo Augusto e foi autuado por receptação.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!