28 ago 2019
 Por 
Blog do Seridó
 às 
20:16min. 
 em 
Natal participa do Dia Mundial da Limpeza em setembro

31169A Prefeitura de Natal aderiu ao “World Cleanup Day”, ou Dia Mundial da Limpeza. A ação tem como ideia básica a realização de uma limpeza coletiva nos países. A iniciativa teve origem na Estônia, na Europa, em 2008, quando 50 mil pessoas se reuniram para limpar o país inteiro em apenas cinco horas. Esse ano, a edição será realizada no dia 21 de setembro.  A cidade participa pela segunda vez do evento que é organizado mundialmente. O prefeito Álvaro Dias determinou que as secretarias municipais se integrem ao movimento. O objetivo é que Natal seja destaque tornando a capital potiguar a mais limpa do país.

As ações em Natal acontecerão no trecho entre a praia de Ponta Negra e da Redinha, com outros dois pontos distribuídos entre os bairros do Alecrim e Cidade Alta. Esses locais serão os principais alvos dessa ação, mas o objetivo é que a mensagem chegue até grande parte da sociedade natalense. Todos podem participar, desde que atentem para o uso de equipamentos e materiais necessários para a coleta do lixo, como também estejam atentos para destinar os resíduos coletados até os pontos oficiais da Urbana, para que esses materiais não tenham um destino inadequado.

Segundo informações da Urbana, diariamente, são coletados, em média, 36 toneladas de resíduos sólidos entre as praias de Ponta Negra e da Redinha, incluindo Via Costeira, Miami, Areia Preta, Praia do Meio e Praia do Forte. O custo operacional para essa limpeza, até 2018, era de quase R$ 600 mil/mês, ou R$ 19 mil/dia. Esses valores incluem mão de obra, transporte e destinação do lixo. O apoio da Prefeitura de Natal vai envolver o trabalho das Secretarias de Educação (SME), Turismo (Setur), Limpeza Urbana (Urbana), Meio Ambiente (Semurb), Trânsito (STTU), Saúde (SMS) e Comunicação (Secom). A cidade estará mobilizada também com cerca de 6.000 voluntários de ONG’s, associações, estudantes, professores, empresários, profissionais liberais, entre outros.

Assim, Natal se integra, mais uma vez, a um processo que se espalhou pelo mundo e atualmente inclui 158 países.

 

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!