02 ago 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
19:24min. 
 em 
Carlos Eduardo percorre 11 municípios do Oeste e faz grande comício em Apodi

Os versos “Com a coragem do nosso povo/Quem mudou a capital/Vai mudar o Estado todo”, do jingle da campanha do candidato a governador Carlos Eduardo (PDT-PCdoB-PRP), ecoaram neste domingo (1º) por todo o Médio Oeste.

Carlos Eduardo, acompanhado do candidato a vice, deputado estadual Álvaro Dias (PDT), do candidato ao Senado, Sávio Hackradt (PCdoB), candidatos a deputado estadual, vereadores e lideranças regionais, percorreram 11 cidades do Médio Oeste — quatro a mais do que estava previsto inicialmente — e encerraram com grande comício em Apodi, onde centenas de pessoas os aguardavam.

Os candidatos saíram da Coab, em Mossoró, às 10 horas, e passaram por Governador Dix-Sept Rosado, Caraúbas, Olho D’Água dos Borges, Umarizal, Riacho da Cruz, Viçosa, Taboleiro Grande, Itaú, Severiano Melo até chegar em Apodi. Foram 320 quilômetros de percurso.

Os candidatos iam em carro aberto. As pessoas, postadas em frente às calçadas de suas casas, acenavam, pediam adesivos e davam manifestações de apoio.

“Nós já estamos no novo milênio, e o que o Rio Grande do Norte precisa é de um governo mais moderno e longe das politicagens para avançar junto com o Brasil que o presidente Lula vem construindo. Quero colocar toda a minha energia, o meu idealismo, todo o meu espírito público para mudar o Rio Grande do Norte, como eu fiz em Natal”, disse Carlos Eduardo em frente ao Mercado Público de Governador Dix-Sept Rosado.

A comitiva chegou às 20h30 em Apodi e encontrou a cidade em festa, com as calçadas, as ruas e as praças tomadas. No comício, Carlos Eduardo agradeceu o apoio do professor Flaviano, candidato a deputado estadual pelo PCdoB, e das demais lideranças regionais. “Onde eu cheguei, encontrei o povo dizendo: Carlos Eduardo, você é renovação, pode contar comigo”.

Carlos Eduardo se comprometeu em lutar pela instalação de um Campi da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em Apodi e em incentivar a Agricultura Familiar, recuperando a assistência técnica, garantindo compras institucionais e fornecendo a infra-estrutura básica de produção e comercialização. “Nós vamos voltar aqui e fazer também a maior passeata de Apodi”, encerrou.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!