06 set 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
15:01min. 
 em 
Câncer de próstata tira ex-governador da disputa pelo Senado

O ex-governador de São Paulo Orestes Quércia (foto) renunicou hoje à sua candidatura ao Senado pelo PMDB e passou a apoiar o outro candidato da chapa, Aloysio Nunes Ferreira do PSDB.

O comunicado foi feito através de nota publicada no site de campanha.

O peemedebista, em quem foi diagnosticada a reincidência de um câncer de próstata na última sexta-feira, fala na nota “da dificuldade que é comunicar essa decisão“, e diz que ela foi tomada em conjunto com a mulher e os filhos.

Quércia avalia como “difícil” a decisão de renunciar, mas afirma entender ser essa opção mais correta “a bem dos interesses” da coligação, do partido, do Estado de São Paulo e de seu interesse particular de recuperar a saúde.

O ex-governador diz que irá se concentrar no tratamento médico que o espera, “de maneira a estar de volta, recuperado, em breve“, e pede apoio a Aloysio que, segundo ele “terá todas as condições de representar São Paulo no Senado da República, pela sua história, seu compromisso com São Paulo e pela forma como ajudou o governo José Serra a desenvolver seu trabalho“.

Em pesquisa Datafolha feita nos dias 2 e 3 deste mês, Quércia aparece com 26% nas intenções de voto, tecnicamente empatado no segundo lugar com o pagodeiro Netinho de Paula (PC do B), enquanto a petista Marta Suplicy (PT) lidera com 33% e o tucano Aloysio aparece em quinto na disputa, com 12%.

Quércia iniciou sua carreira política no início dos anos 60, quando foi eleito vereador em Campinas.

Depois, foi deputado estadual pelo MDB, prefeito de Campinas e senador em 1974 quando, aos 35 anos de idade, foi eleito com 4,5 milhões de votos.

Em 1982, foi vice-governador na gestão de Franco Montoro.

Quatro depois, assumiu o governo paulista.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!