05 ago 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
08:22min. 
 em 
Carlos Eduardo critica gestão de Rosalba Ciarlini na Saúde

O candidato ao Governo do Estado, Carlos Eduardo (PDT/PCdoB/PRP), aproveitou a viagem a Mossoró nesta quarta-feira (04) para lançar a proposta de construir uma maternidade na cidade. Ele fez críticas à senadora Rosalba Ciarlini (DEM) por não ter, ao longo de três mandatos na Prefeitura, construído uma.

“Como governador, nós vamos fazer a maternidade da cidade de Mossoró, que foi esquecida pelos sucessivos prefeitos e prefeitas e esquecida pelos sucessivos governos. É inacreditável que uma cidade-pólo do Rio Grande do Norte ainda não tenha uma maternidade”, disse, depois de lembrar que construiu a maternidade da Zona Norte de Natal quando prefeito.

O candidato disse que a Saúde de uma maneira geral vem sendo maltratada pelos gestores mossoroenses. Na gestão municipal de Rosalba Ciarlini, foi fechado o único Hospital Infantil que atendia à rede pública. Em 2009, também foram desativados o Hospital Duarte Filho e a Casa de Saúde Santa Luzia, que atendiam pelo SUS. No momento, apenas o Hospital Tarcísio Maia oferece serviços de enfermaria pediátrica na cidade.

Durante a apresentação do Programa de Governo, no Hotel VillaOeste, o candidato do PDT defendeu investimentos em Infraestrutura e Educação. “Sem porto, aeroporto e ferrovia, o Rio Grande do Norte é um Estado sem entrada e sem saída”. Ele defendeu a Educação como ferramenta estratégica para alavancar o desenvolvimento econômico do estado. 

“Nós jamais teremos desenvolvimento econômico, se não tivermos Educação de qualidade. Nós vamos fazer o professor voltar a ser uma autoridade através da recuperação dos seus salários e instituição de um programa de formação continuada”. Ele também afirmou que construirá uma rede estadual de ensino profissionalizante e que fará dela uma política de Estado através da participação popular. 

O candidato detalhou outros pontos de seu Programa de Governo que beneficiam especificamente Mossoró: os investimentos na UERN, a inclusão de Mossoró na ferrovia que ligará Natal à Transnordestina, a integração do aeroporto da cidade com a malha aérea nordestina, a necessidade de investimentos em saneamento básico e a inclusão da pauta ambiental no projeto de desenvolvimento do município.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!