30 out 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
10:09min. 
 em 
Votação paralela será realizada em todos os estados no 2º turno das eleições

Para garantir a lisura do processo eleitoral brasileiro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lança mão de uma série de mecanismos, que vão desde a assinatura digital e a lacração dos sistemas eleitorais até a adoção de alguns procedimentos de segurança, como a votação paralela.

No segundo turno das eleições gerais de 2010, que acontecerá no próximo domingo (31), a votação paralela será realizada em todos os estados e no Distrito Federal, assim como ocorrido na primeira etapa do pleito. O objetivo deste mecanismo adotado desde 2002 é mostrar à sociedade que a urna eletrônica utilizada no Brasil é realmente segura.

O procedimento – que é uma espécie de auditoria –, ocorre simultaneamente à votação oficial, de 8 às 17h (horário local), nos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), após o sorteio de duas a quatro urnas eletrônicas que seriam utilizadas nas eleições. Essas urnas são retiradas dos locais de votação e substituídas por outras. A votação paralela é feita com a participação de representantes de partidos políticos e coligações partidárias, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do Ministério Público, e é também aberta à sociedade civil e à imprensa.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com