19 mai 2020
 Por 
Blog do Seridó
 às 
01:55min. 
 em 
Horas antes de morrer, enfermeiro pede socorro a colegas: “estou agonizando”

BB14fyUCO enfermeiro Evandro da Silva Costa, de 42 anos, morreu na sexta-feira (15) vítima da Covid-19 em Macapá, no Amapá. Horas antes de morrer, ele denunciou a falta de sedativos no hospital de campanha Centro Covid 2 da capital. As informações são do Uol.

Em mensagem no grupo de colegas do Hospital de Clínicas Alberto Lima (Hcal), onde trabalhava e recebeu o primeiro atendimento, Evandro escreveu que não foi levado para uma UTI com respirador: “aqui só me jogaram em sala com O2”.

Em outro trecho, o enfermeiro afirma: “me mandaram pra morrer, estou sem assistência alguma. Só no oxigênio. Vou morrer colegas”. Logo depois, disse: “Vou morrer sentado agonizando aqui. Minhas mãos estão cianóticas, saturando 60 agora e sem assistência alguma”. O profissional morreu após enviar as mensagens.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com