12 jul 2013
 Por 
Blog do Seridó
 às 
13:37min. 
 em 
Segundo Dilma as manifestações têm que ser respeitadas

A presidenta Dilma Rousseff afirmou que as manifestações realizadas pelas centrais sindicais têm que ser respeitadas, mas não se pode permitir atos de violência nem que estradas sejam bloqueadas.

Ao chegar ao Uruguai, na noite desta quinta-feira (11), para a reunião a Reunião de Cúpula do Mercosul que ocorre nesta sexta-feira (12), Dilma disse que o Brasil é um país tão forte, em termos democráticos, que consegue conviver de forma muito positiva com as manifestações.

“As manifestações, em geral, sejam de quem sejam, têm que ser respeitadas como manifestações de reivindicações, de busca de mais direitos sociais. Porque o Brasil é isso. Nós temos grandes avanços nos últimos dez anos e agora as pessoas querem mais. Querer mais é algo muito positivo na democracia.

Agora, eu considero que em qualquer manifestação em que se tenha interrupção de rodovias, e que se tenha atos de violência, eles têm que ser condenados. O governo não condena apenas, o governo coíbe”, disse.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!