15 abr 2012
 Por 
Blog do Seridó
 às 
14:37min. 
 em 
Quadrilha que explodia caixas eletrônicos é desbaratada: um morto e dois presos.

Através de uma denúncia anônima, o delegado Normando Feitosa, da Delegacia Especializada em Investigação ao Crime Organizado (Deicor), conseguiu desbaratar uma quadrilha especializada em assaltos a caixas eletrônicos. A denúncia informou aos policiais, os veículos que seriam utilizados no crime, um Astra branco, de placas MMQ 3415 Santa Rita PB, e um Ford Ka preto, de placas MYN 8852 de Ceará Mirim RN. O delegado reuniu 20 policiais, distribuídos em cinco viaturas, passando a seguir os bandidos que inicialmente acomodaram-se todos no automóvel Astra.

 O grupo, segundo consta, comandado por Raphael Peppo (foto) , pretendia assaltar um comércio varejista em Coronel Ezequiel. Chegando nessa cidade, o comércio, alvo do assalto encontrava-se fechado, o que fez os bandidos desistirem, se dirigindo a cidade de Santa Cruz para encontrar-se com outro membro do bando, Alisson Bruno Pereira de Lima, de 19 anos, que encontrava-se dentro do Ford Ka preto, nas imediações do posto Paraíso. Nesse momento, quando as viaturas se aproximaram, percebendo a presença da polícia, os bandidos abandonaram o Astra e saíram correndo pelas ruas do bairro.

No caminho pegaram um homem que caminhava na rua e uma jovem que estava sozinha, fazendo ambos reféns. Arrombaram a porta de uma casa, trazendo a dona de casa, Jaisa Batista dos Santos, como mais um refém e por último seu marido que havia saído de casa e percebeu algo estranho tendo retornado para ser mais um refém desses bandidos. Os assaltantes, quando entraram na casa de Jaisa, também utilizaram seu filho de apenas dois anos completando o grupo de reféns.

O delegado sabendo que os bandidos estavam naquela residência, bateu na porta aberta por Jaisa, quando fez um apelo aos marginais para que soltassem os reféns e se entregassem, o que não aconteceu. Os policiais invadiram então a residência em uma ação coordenada e bem sucedida, libertando todos os reféns, três adultos e uma criança. Um dos bandidos, Elixeli Martins se entregou, rendendo-se aos policiais. O outro, Raphael Lima, vulgo Raphael Peppo (na foto) que seria o comandante do grupo, responsável por várias ações realizadas por bandidos de assaltos à banco,  resistiu a prisão e morreu no confronto. O dono do Ford Ka foi preso ainda no posto de combustível Paraíso. Os outros dois conseguiram fugir.

Junto com os bandidos, foram apreendidos pela polícia vários maçaricos, que seriam utilizados para arrombarem os caixas eletrônicos. Ao lado desses, outros artefatos, como vários aparelhos celulares, capuzes, armas, pistolas, capacetes e muitas cápsulas de munição. O grupo representava uma organização criminosa que já vinha atuando há bastante tempo, realizando ações voltadas para assaltos a caixas eletrônicos de banco, entre outros vários tipos de delitos, sempre voltados para o ramo de furtos e roubos.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!