19 jul 2012
 Por 
Blog do Seridó
 às 
18:37min. 
 em 
Energia “oculta” em bens triplica o gasto de brasileiro com luz

Para cada R$ 100 pagos na conta de luz, o consumidor brasileiro gasta, sem saber, outros R$ 200 com energia.

Esse é o custo da eletricidade que vem embutido no preço dos serviços utilizados e dos bens consumidos.

O cálculo foi feito pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisa Econômicas), no primeiro estudo brasileiro a medir o peso da energia contida em itens como carros, imóveis, batedeiras ou salões de cabeleireiros.

A Fipe usou uma metodologia desenvolvida pela União Europeia, chamada WIOD (World Input-Output Database).

Segundo o trabalho da fundação, a conta de luz representa apenas 32% de todo o custo de energia elétrica pago por uma família.

A maior parte (53%) está embutida nos preços de mercadorias e serviços contratados pelos consumidores. Os outros 15% estão incluídos nos preços de serviços públicos, como o transporte.

O trabalho da Fipe mostra que, para cada real pago na fatura de energia, o consumidor desembolsa outro R$ 1,68 para custear a energia escondida nos bens.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!