04 jul 2015
 Por 
Blog do Seridó
 às 
16:42min. 
 em 
Curiosidade: crianças mentirosas têm memória aguçada

1458972393_166f2d7ea7_bUm estudo americano realizado em 1989 revelou que as crianças começam a mentir a parir dos dois anos de idade. No entanto, de acordo com novas pesquisas, alunos da segunda série, na faixa de 6 e 7 anos, apresentaram maior capacidade de mentir e uma memória maior do que a dos honestos.

Publicado pelo “Journal of Experimental Psychology”, o estudo contou com 114 crianças que foram informadas que jogariam um jogo de três perguntas. Se acertassem todas, ganhariam algo. As duas primeiras eram que barulho um cachorro faz e qual a cor das bananas. A terceira, no entanto, era o verdadeiro desafio: qual é o nome do menino do quadrinho Spaceboy?

As questões eram de múltipla escolha e estavam escritas em um cartão, cuja resposta correta estava no verso. A cada pergunta, a carta era virada e revelada à criança. Porém, na última, o entrevistador saia da sala e deixava o cartão na mesa com a resposta virada para baixo. Todos os pequenos foram orientados para não olhar e quase todas obedeceram à ordem. Apenas 25% deles viram a resposta correta. Todos os movimentos foram registrados por uma câmera escondida na sala.

Antes do jogo de perguntas, os pesquisadores mediram a memória delas por meio de testes verbais e escritos. As que possuíam a maior capacidade de memória e de desenvoltura verbal foram as que espiaram a resposta correta e mentiram para o entrevistador. O chefe encarregado do estudo explica que um cérebro que tem um bom controle sobre a linguagem é, provavelmente um cérebro que pode manipular essa língua quando necessário, a fim de mentir.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!