11 jul 2012
 Por 
Blog do Seridó
 às 
07:40min. 
 em 
Cassação de Demóstenes será decidida hoje no Senado

O senador Demóstenes Torres (sem partido-TO) poderá se tornar nesta quarta-feira o primeiro congressista a cair por envolvimento com o caso de corrupção com o empresário Carlinhos Cachoeira.

Expulso do DEM após ser acusado de interceder por Cachoeira, Demóstenes terá seu futuro definido em votação secreta no Senado. Serão necessários ao menos 41 dos 80 votos dos senadores para que ele seja cassado.

Caso perca o mandato, Demóstenes ficará inelegível até 2023, conforme determina a Lei da Ficha Limpa.

Entenda o caso:

Demóstenes é acusado de agir no Congresso, no Judiciário e no Executivo em favor do empresário Carlinhos Cachoeira, suspeito de comandar um esquema de corrupção e de exploração de jogos ilegais.

Em troca, segundo a Procuradoria Geral da República (PGR), o senador recebeu R$ 3,1 milhões do grupo do empresário, além de presentes. Demóstenes também é acusado de ter mentido ao Senado quando negou conhecer as atividades ilícitas de Cachoeira.

Em fevereiro, Cachoeira foi preso pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo, cujo alvo era a exploração de máquinas caça-níqueis em Goiás. Escutas feitas durante a investigação e divulgadas após a prisão revelaram a proximidade entre Cachoeira e Demóstenes Torres.

O senador diz que não beneficiou Cachoeira e que não recebeu dinheiro dele.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!