10 jan 2013
 Por 
Blog do Seridó
 às 
12:05min. 
 em 
Asteroide Apophis que passou próximo a Terra na noite de ontem, é maior do que se pensava

O asteroide Apophis passou na noite de onte, quarta-feira (9) às 22 horas (horário de Brasília), a 14,5 milhões de quilômetros de distância da Terra. Esta foi a maior aproximação do corpo celeste com o nosso planeta observada até agora.

Quando foi observado pela primeira vez, em 2004, os cientistas calcularam em 2,7% a probabilidade de uma colisão catastrófica com a Terra em abril de 2029, mas novas estimativas afastaram o risco, ao prever que nesta data passará a 36 mil quilômetros.

O asteroide voltará a se aproximar do planeta em 2036, mas por enquanto é difícil estimar a que distância, visto que a primeira visita, em 2029. Segundo estes novos dados, o diâmetro de Apophis é de 325 metros, 20% a mais do que o cálculo anterior (270 metros). Com diâmetro de 270 metros, a energia liberada caso Aphis batesse na Terra seria equivalente a 25 mil explosões atômicas como a de Hiroshima.

Descoberto em 2004, o Apophis teria uma chance em 45 de bater na Terra em 2029, mas estudos avançados descartaram esta hipótese. No entanto, ainda existe alguma chance dele colidir com o planeta em 2036 e a aproximação desta manhã vai ajudar a prever esta probabilidade.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!