27 set 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
14:20min. 
 em 
Tiririca, se for eleito, corre o risco de não assumir o mandato de deputado federal

A candidatura de Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, será mantida, de acordo com informações da Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo (PRE-SP), pois o procedimento de registro do candidato já foi deferido em 19 de agosto.

No entanto, Tiririca pode não assumir o cargo de deputado federal mesmo se vencer as eleições.

Isso pode ocorrer caso a Procuradoria constate algo irregular nos documentos que informam a escolaridade do candidato.

Se for comprovado que Tiririca é analfabeto, ele pode ser vetado por inelegibilidade constitucional, conforme artigo 14, parágrafo 4º da Constituição Federal.

A Procuradoria informou que está tomando as providências para apurar o caso e vai solicitar o registro de candidatura ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) para examinar o que de fato foi apresentado pela candidato em relação à sua escolaridade.

Em nota divulgada hoje, a Procuradoria nega a possibilidade de impugnação da candidatura do palhaço Tiririca (PR) neste momento, mas destaca que está tomando as “medidas necessárias” para apurar os indícios de que o candidato a deputado federal não sabe ler nem escrever.

“Tendo em vista matéria da ‘revista Época’ desta semana sobre eventual falta de condição de elegibilidade [analfabetismo] do candidato a deputado federal por São Paulo, Francisco Everardo Oliveira Silva, conhecido como ‘Tiririca’, a Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo esclarece que o procedimento de registro do candidato transitou em julgado em 19 de agosto e, por isso, não há possibilidade de impugnação ou desconstituição de sua candidatura neste momento.”

A candidatura de Tiririca, que foi encarada nacionalmente como uma comédia, está, aos poucos, virando a tragédia que realmente é.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!