17 set 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
14:48min. 
 em 
Sargento Regina troca agressões com capitão em batalhão da PM

Capitão Rodrigues, do 5º BPM, acusa vereadora de agressão e ameaça de morte, enquanto ela diz  que foi vítima

A vereadora Sargento Regina, candidata a deputada estadual, se envolveu em mais uma confusão.

No fim da manhã de hoje, ela teria ido até o 5º Batalhão da Polícia Militar pedir votos e trocou agressões com o capitão Rodrigues.

O oficial disse ter sido chutado e empurrado por Regina e um segurança dela, identificado como soldado Anderson Barbosa, que teria dado um soco em seu peito.

“Ela colocou o dedo na minha cara e pegou na gola da minha farda, começando a me chamar de traidor. Tentei tirar a mão e ela me deu pontapé e me empurrou”, relata capitão Rodrigues.

Depois disso, o policial teria sido agredido pelo soldado Anderson.

“O soldado veio por traz e me deu um soco, que só não atingiu o rosto porque outro policial me tirou. Mas, fui atingido no peito e acabei caindo, machucando meu braço”, conta.

Capitão Rodrigues disse que pelo menos oito policiais estavam no 5º Batalhão e presenciaram a agressão sofrida por ele.

“Registrei o Boletim de Ocorrência, de número 2208, por agressão, lesão corporal e ameaça de morte. Além disso, solicitei uma guia de exame de corpo delito”.

Regina, por outro lado, disse que ela é quem foi vítima de agressão por parte do capitão Rodrigues e, inclusive, estava indo à Delegacia da Mulher registrar uma queixa.

“Ele estava armado, dentro de um Batalhão, como que eu ia agredi-lo. Além disso, nós estávamos na presença de mais de 20 policiais e pessoas civis também. Ele veio para dá um soco em mim e não deu porque eu me esquivei”, ressalta.

Sargento Regina confirmou, no entanto, que havia ido ao 5º Batalhão da Polícia Militar conversar com os policiais e pedir votos para sua campanha e negou que o soldado Anderson tenha agredido o capitão da PM.

Com informações do Portal Nominuto.com
Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!