09 jul 2012
 Por 
Blog do Seridó
 às 
12:20min. 
 em 
Saiba mais sobre o Anderson Silva de Caicó, Aderbal Bezerra

A vida é algo muito interessante. Pois reparem vocês que hoje li uma matéria no blog celeiro de talentos que me deixou impressionado. Vocês já ouviram falar em Aderbal Bezerra? Eu não só ouvi falar como conheci o próprio. Meus pais compravam leite a Aderbal que todos os dias encostava sua C 10 na frente lá de casa e batia um bom papo enquanto seu ajudante retirava o leite dos tambores ( sem água diga-se de passagem). O que eu não sabia, era que Aderbal foi um dos lutadores de Vale Tudo mais ativos de Caicó e do Rio Grande do Norte nas décadas de 50 e 60 obtendo inclusive expressão nacional.

QUEM  ERA ADERBAL BEZERRA
Aderbal Bezerra da Cunha nasceu em 04/10/1929, em Serra Negra do Norte-RN. Caçula de seis irmãos, Aderbal ficou órfão de pai logo após seu nascimento e sua família passou por dificuldades durante sua infância e adolescência. Aos 17 anos migra para o Rio e alista-se na Marinha sendo de grande importância essa fase para moldar o futuro campeão dos ringues. Após sair da Marinha em 1948, o grande Aderbal começa a praticar luta livre no Rio de Janeiro e já começava a despontar como grande lutador.
Aderbal no auge da forma física
EM 1953 ADERBAL PARTICIPA DA PRIMEIRA LUTA DE VALE TUDO NO RN
Em 1953 aconteceu em Natal a primeira luta de Vale Tudo do estado. Aderbal enfrentou Bernardão, que viria a ser seu principal oponente durante muitos anos. A luta foi descrita por Osmar Mozinho de Oliveira “Biuce”, professor pioneiro da época, como caótica: “Foi a maior luta que houve no Estado do Rio Grande do Norte, eram dois homens muito fortes, com muita energia e muito jovens; o ringue tinha sido montado em cima dos tambores de gasolina; no decorrer da luta, o ringue quebrou-se e era tambor por todos os lados, o povo correndo, outros segurando Aderbal para ele não matar Bernardão e este sendo pego também por outras pessoas. Os tambores foram tirados e a luta continuou sem o ringue.”
ADERBAL TROUXE O VALE TUDO PARA CAICÓ
A partir de 1954 Aderbal participa de diversas lutas com os maiores nomes do Vale Tudo do nordeste e do Brasil. Por volta de 1955, Aderbal inicia na cidade de Caicó a implantação das lutas de Vale Tudo. De personalidade amigável, Aderbal vencia as dificuldades para promover as lutas com a ajuda do primo e amigo José Lucas, na época, funcionário do Banco do Brasil em Caicó. Lucas costumava ajudá-lo buscando patrocinadores usando de sua influência no comércio e, algumas vezes, emprestando dinheiro a Aderbal para a montagem do ringue.
ADERBAL, DE CAICÓ PARA O MUNDO

Em 1958, a Federação De Pugilismo do Rio de Janeiro convida Aderbal a se juntar a uma equipe composta de lutadores como Takeo Yano, Valdemar Santana, Passarito, Chouberi e outros. Essa equipe passa por diversas cidades do Brasil como Belo Horizonte, Belém do Pará e Fortaleza fazendo demonstrações. Além dessas cidades, o grupo passa por diversos países como Uruguai, Paraguai, Peru, Argentina desafiando lutadores locais. A equipe chega a permanecer quatro meses em Caracas na Venezuela marcando o auge da carreira de Aderbal.

MORRE PRECOCEMENTE O CAMPEÃO  ADERBAL
Em 1976 aos 47 anos, Aderbal encerra sua carreira e compra um sítio e passa a viver com a família. Ao longo da vida, Aderbal teve diversas esposas e filhos. Com sua última esposa, Marlete, teve seis filhos. Em fevereiro de 1984, Aderbal adoece e o diagnóstico de esquissostomose demora a ser descoberto. Em 12 de Junho de 1984 Aderbal faleceu aos 54 anos.
Fonte: V & C
Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!