24 jul 2015
 Por 
Blog do Seridó
 às 
10:05min. 
 em 
“Não entendi o porquê de tanta polêmica em relação às fotos e comentários que postei”

IMG-20150723-WA0652-547x410O advogado caicoense Ariolan Fernandes usou as redes sociais nessa noite de quinta feira 23, para sair em defesa da polêmica envolvendo sua pessoa, seus clientes e o material PVI e JVT.

“Mais polêmica deveria causar o fato de a C.F. – que garante a livre manifestação de pensamento e opinião, ter sido rasgada na tarde de hoje em nossa cidade, quando objetos de cunho meramente recreativo foram apreendido como se fossem o mais terrível meio de propagar e difundir o crime

Tudo isso por conterem as siglas PVI e JVT, que apenas são abreviaturas de Paulo VI e João XXIII, nomes que devem ser reverenciados, dada a áurea de santidade que encobre àqueles que deram o nome aos dois citados bairros caicoenses. Nasci e cresci no João XXIII, aos dezoito anos me mudei para o Paulo VI, só saindo para ir à capital iniciar a vida acadêmica.

Tirei as fotos apenas com intuito cômico, mas, depois da repercussão, decidi mandar confeccionar cinco camisetas e cinco bonés, idênticos aos que foram apreendidos. Servirão de vestimenta para minha esposa, filhos e eu irmos à feirinha da padroeira na quinta feira que vem. Precisamos mostrar à sociedade que o só fato de dizeres com referencia a bairros periféricos não são nem devem ser motivo de nenhum tipo de discriminação ou retaliação por parte dos que devem, ou deveriam, zelar pela sociedade.

Talvez se as inscrições fizessem referencia a um bairro elitizado, como Penedo, não teria trazido tanta celeuma. Ano que vem mando acrescentar Penedo, já que moro lá hoje!

Mandei fazer camisas e bonés para ir com a família para a feirinha de Caicó”, disse.”

– Todo o material da foto acima ficou apreendido na delegacia, caso o advogado queira fazer uso deste, terá que mandar confeccionar novas unidades.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!