27 jun 2015
 Por 
Blog do Seridó
 às 
18:02min. 
 em 
Morre com difteria menino não vacinado por decisão dos pais

AAcdp4J

Uma criança de seis anos, primeiro caso de difteria em Espanha desde 1987, morreu após um mês de luta contra a bactéria e de polêmica sobre a vacinação, já que o menino não estava vacinado, foi hoje anunciado.

O anúncio foi feito hoje pelo Hospital de Vall d’Hebron de Barcelona, onde a criança estava internada com difteria desde o fim de maio. O tratamento foi adiado devido à dificuldade de encontrar a antitoxina na Europa, finalmente fornecida pela Rússia. Nove crianças e um adulto que se relacionaram com a criança foram contagiados, sem no entanto desenvolver a doença, já que todos estavam vacinados, segundo os serviços de saúde da Catalunha.

A recusa dos pais em vacinar a criança por receio dos efeitos secundários relançou a polêmica sobre os riscos das vacinas e a ausência de vacinação. “Lançamos um apelo aos pais: que vacinem os seus filhos”, declarou sábado o responsável da saúde da região da Catalunha Boi Ruiz, durante uma conferência de imprensa. “Não há risco zero. Mas o que não se pode fazer é utilizar o fato de não haver risco zero para criar medo nos pais em relação às vacinas”, acrescentou.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!