13 out 2021
 Por 
Blog do Seridó
 às 
21:07min. 
 em 
Governo pede ‘uso consciente’ de luz, mas consumo da Presidência sobe 5,2%

O consumo de energia da Presidência da República subiu 5,2% entre junho e agosto de 2021, na comparação com o ano anterior. No mesmo período, o governo federal pedia o “uso consciente” de luz aos consumidores e citava o ferro de passar como exemplo de equipamento a ser evitado.

Entre junho e agosto de 2020, o consumo dos prédios ligados à Presidência foi de 2.219.442 kWh (quilowatt-hora), mas, com a alta de 5,2% em 2021, o consumo passou a 2.335.881 kWh. As informações foram obtidas no portal Dados Abertos.

A Presidência da República inclui o complexo do Palácio do Planalto, local de trabalho do presidente, e as residências oficiais localizadas no Palácio da Alvorada e Granja do Torto. Em 28 de junho, durante pronunciamento em rede nacional de rádio e TV, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, “convidou” a população a fazer um esforço, evitando o desperdício no consumo de energia.

“Para aumentar nossa segurança energética, é fundamental que, além dos setores do comércio, de serviços e da indústria, a sociedade brasileira participe desse esforço, evitando desperdícios no consumo de energia elétrica. Com isso, conseguiremos minimizar os impactos no dia a dia da população.”

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!