12 maio 2021
 Por 
Blog do Seridó
 às 
02:37min. 
 em 
Governo decide só vacinar grávidas com comorbidades, veta AstraZeneca e libera uso da CoronaVac e Pfizer

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (11) que a vacinação de grávidas e de puérperas no Brasil contra a Covid-19 será restrita somente às mulheres com comorbidades (doenças pré-existentes) e elas devem receber apenas as vacinas CoronaVac e Pfizer.

A determinação vale até que sejam concluídas as análises de um caso raro de morte de uma gestante de 35 anos por causa de um acidente vascular cerebral hemorrágico (AVC) que pode ter ligação com o uso da vacina AstraZeneca. O óbito ainda está em investigação e, segundo o governo federal, ainda não está comprovado que a vacinação tenha causado a complicação na gestante.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!