06 nov 2014
 Por 
Blog do Seridó
 às 
14:18min. 
 em 
Disciplina oferecida na UFRN em Caicó promove respeito às diferenças em sala de aula

Uma disciplina oferecida aos alunos de Pedagogia do Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES), em Caicó, quer combater o racismo na escola e fora dela. O componente curricular “Educação para as Relações Étnico-raciais” discute com os futuros pedagogos estratégias para promover uma convivência verdadeiramente humanizada em sala de aula: mais solidária e livre de preconceitos.

A iniciativa pretende construir entre os profissionais uma consciência crítica em relação às questões étnico-raciais, explica a professora Maria de Fátima Garcia, titular da cadeira e docente do Departamento de Educação do CERES – unidade da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). “Hoje a disciplina não é obrigatória, mas os estudantes têm procurado muito”, diz. “Há um interesse grande e os alunos são muito abertos a compreender, porque eles se sentem, como brasileiros, parte disso”, complementa.

A proposta visa resgatar, como política afirmativa, a contribuição de indígenas, africanos e seus descendentes para a formação social, econômica e política do Brasil, além de incentivar uma prática pedagógica que promova a igualdade racial na escola e na comunidade.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!