26 jun 2012
 Por 
Blog do Seridó
 às 
15:07min. 
 em 
Conselho de ética aprova cassação, por unanimidade, de Demóstenes Torres

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado aprovou nesta segunda-feira a cassação do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), suspeito de usar o mandato para beneficiar o grupo do contraventor Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Em decisão unânime, por 15 votos a 0, o colegiado aprovou o relatório do senador Humberto Costa (PT-PE), que recomendou a perda do mandato do senador.

O parecer do Conselho de Ética será agora encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) para exame dos aspectos constitucional, legal e jurídico, o que deverá ser feito no prazo de cinco sessões ordinárias. Após passar pela CCJ, o documento será apreciado no plenário da Casa, em votação secreta. Se a maioria dos senadores optar pela cassação, Demóstenes perderá seu mandato, o segundo consecutivo. A expectativa do senador Humberto Costa é de que a votação em plenário aconteça antes do recesso, previsto para começar em 17 de julho.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!