28 out 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
08:20min. 
 em 
Traficante cearense é executado em Natal

Chegou ao fim a trajetória de crimes de um dos bandidos mais procurados do Ceará. Na manhã de ontem, o traficante de drogas, mandante de duas chacinas e acusado de encomendar a morte de policiais, Claudísio Cardoso Ferreira, 32, o “Pita”, foi assassinado no Rio Grande do Norte.

Ele era fugitivo da Justiça cearense e suspeito de ter comandado, no último domingo (24), o ataque ao posto de fiscalização da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) na BR-304, em Aracati (a 160Km de Fortaleza), quando um PM foi morto e um fuzil roubado.

“Pita” foi executado com sete tiros de pistola calibre 380 ACP por volta de 8 horas de ontem, no momento em que abria a loja ´Cleiton Cell´, pertencente a um irmão dele. O estabelecimento fica localizado na Rua dos Pajeús, no bairro Alecrim, em Natal (RN). O prédio foi invadido por dois homens que usavam capacetes e haviam chegado ali em uma moto Traxx preta.

O bandido era caçado no Ceará pela Polícia Civil e pelo Serviço de Inteligência do Comando-Geral da PM. Nos últimos dois anos, ele teria ordenado ao seu bando duas chacinas, ocorridas na cidade de Itaitinga, e no bairro Colônia, em Fortaleza, onde seis pessoas foram mortas, entre elas, quatro crianças. Pita Também era suspeito de ter encomendado o assassinato do policial civil José Célio Leite Lima, inspetor da Denarc.

Do Diário do Nordeste

Compartilhe:

1 Comentário

  1. O Pita ñ morreu foi tudo uma farsa , o velório foi rapido ninguém viu ele morto o caixão não foi aberto o irmão dele o cleyton está no comando as mortes continuam ele esta vivo explodindo caixas eletronicos a familia ficando cada vez mais rica 2009 foram 54 assassinatos todos foram ele quem ordenou ele o capeta frio calculista um monstro, demônio Maldito, verme tenho nojo.

Deixe o seu comentário!