08 jul 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
05:53min. 
 em 
SESAP realizou seminário sobre a investigação de óbitos materno e neonatal no Seridó

A secretaria estadual de Saúde, através do Comitê de Mortalidade Materna e Neonatal, realizou um seminário nesta quarta-feira (07), na 4ª Ursap de Caicó, para discutir a investigação dos óbitos materno, neonatal e fetal.

Segundo a presidente do comitê, Maria do Carmo Lopes de Melo, muitas das causas dessa mortalidade são evitáveis, principalmente no correto acompanhamento pré-natal e, principalmente, na hora do parto.

 “Existe o problema da subnotificação. Por isso, nós estamos treinando as pessoas [das secretárias municipais], para que não deixem de informar nenhum caso de mortalidade”, disse Maria de Carmo.

Pelos dados da SESAP, Caicó e Currais Novos são responsáveis por 50% dos óbitos neonatais na área de atuação da 4ª Ursap.

“Faz a peregrinação para Currais Novos, onde tem a UTI neonatal, e lá tem que estar consciente que é para atender gestão de alto risco e tem que a paciente ser atendida”, ressaltou.

Nesse sentido, Caicó precisa avançar, já que dispõem seis médicos neonatologistas, mas não tem um local para atendimento de urgências a recém-nascidos.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!