06 mar 2019
 Por 
Blog do Seridó
 às 
19:18min. 
 em 
Policiais antifascistas cobram justiça por assassinato de PM

PMPassados pouco mais de 2 meses do assassinato do policial militar João Maria Figueiredo, que trabalhava também na segurança da governadora Fátima Bezerra, o movimento ‘Policiais Antifascismo do Rio Grande do Norte’ continua cobrando justiça. Nesta quarta-feira (6), o soldado completaria 37 anos se vivo estivesse.

“Durante esses mais de dois meses, acompanhamos de perto as investigações e colaboramos no que foi possível. Também ajudamos na coleta de provas e apontamos linhas de investigação à equipe da Delegacia de Homicídios e de Proteção a Pessoa (DHPP), e ainda entregamos alguns relatórios, fruto de trabalho conjunto de policiais que compõem o movimento”, disse o policial civil Pedro Paulo, que compõe o grupo.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!