18 jun 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
20:21min. 
 em 
O Ficha Limpa e as eleições no Rio Grande do Norte

Pelo entendimento do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), os políticos ficha suja, mesmo os condenados antes da lei, não poderão disputar as eleições deste ano.

Existem, pelo menos, três casos no estado que foram motivos de análise pela Justiça.

A ex-governadora, Wilma de Faria (PSB), em 2000, quando era prefeita de Natal, teria utilizado a Procuradoria Geral do Município para representá-la judicialmente na Justiça Eleitoral. O processo foi julgado pela 2ª Turma do STJ e, por maioria, houve a condenação por improbidade administrativa.

Dois representantes potiguares na Câmara Federal também são citados em inquéritos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o inquérito 2454, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), a suspeita é de que Fábio Faria teria utilizado a aeronave oficial do governo do Rio Grande do Norte, um bem público, para viajar ao município de Pau dos Ferros, em período de campanha eleitoral.

No inquérito 2571, o tucano Rogério Marinho responde por corrupção passiva. O procedimento corre em segredo de Justiça.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!