19 mai 2018
 Por 
Blog do Seridó
 às 
15:37min. 
 em 
O buraco negro mais faminto já encontrado devora uma estrela do tamanho do Sol a cada dois dias

buraco negroBuracos negros supermassivos nos centros das galáxias podem ficar absurdamente enormes, às vezes atingindo massas bilhões de vezes maiores que nosso Sol. A taxa em que os buracos negros crescem pode variar, mas astrônomos australianos detectaram um desses objetos com um apetite muito intenso, tornando-o o buraco negro de mais rápido crescimento já detectado no universo observável.

Este buraco negro supermassivo inchado tem um nome igualmente inchado: QSO SMSS J215728.21-360215.1, ou J2157-3602, para sintetizar. A 12 bilhões de anos-luz de distância, ele não está perto de nós, então estamos observando este gigante brilhante não como ele é hoje, mas, sim, como existia cerca de quatro bilhões de anos depois do Big Bang.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com