26 fev 2011
 Por 
Blog do Seridó
 às 
18:14min. 
 em 
Leleu Fontes pode ser o próximo presidente da Câmara

Aos 43 anos, casado, uma filha e exercendo o seu quarto mandato, Leleu Fontes (PDT), como é mais conhecido, foi o nome indicado pelos colegas da base de sustentação do prefeito Bibi Costa para disputar a Presidência, e o prefeito concordou com a indicação.

Polêmico, autor de projetos inusitados que tiveram repercussão nacional, temperamento forte e considerado um bom debatedor em plenário e nas audiências públicas, o vereador Leleu Fontes poderá assumir a presidência da Câmara de Caicó num momento de grande dificuldade política da Casa, mergulhada em denúncias de corrupção que culminaram com o afastamento do ex-presidente Valdemar Araújo (PR).

Nesta entrevista ao blog do Robson Pires, ele se revela em nova fase: o Leleu paz e amor. “Pretendo administrar aquela Casa com a ajuda e a participação de todos os colegas vereadores, das entidades representativas da sociedade, ONGs e da população caicoense em geral, como historicamente tem sido”, disse Leleu.

Confira a entrevista:

Blog: Como surgiu a sua candidatura? O senhor pensava em ser presidente da Câmara?

Leleu: Todo vereador sonha presidir a Câmara, assim como todo jogador de futebol quer jogar na seleção brasileira, ou todo padre quer ser bispo. Neste processo, a minha candidatura surgiu naturalmente durante uma reunião com o prefeito Bibi Costa. Fui indicado pelos colegas da base governista – Milton Batista, Sandoval da Silva, Nildson Dantas e José Maria. Milton e Sandoval, inclusive, tiveram o gesto grandioso de desistir de suas pré-candidaturas para apoiar o meu nome. Como a base governista deu uma demonstração de união, o prefeito Bibi Costa concordou, apoiou a iniciativa dos colegas e o meu nome está posto como candidato a presidente.

Blog: A Câmara Municipal de Caicó foi alvo de graves denúncias de corrupção nos últimos dias, com repercussão nacional. Como o senhor vai lidar com este problema, caso seja eleito presidente?

Leleu: Todas as denúncias estão sendo apuradas rigorosamente, de acordo com a lei. O Ministério Público e a Polícia Federal trabalham no levantamento de dados e a nossa posição, nesta fase, é a de aguardar o resultado das investigações. Não fazemos pré-julgamentos, como alguns setores mais radicais, porque entendemos que um juízo sobre o que foi denunciado só pode ser feito depois que tudo for suficientemente esclarecido. Não Só a Câmara Municipal de Caicó é alvo de denúncias: setores seculares, como a Igreja católica, por exemplo, ou o próprio Congresso Nacional, as Assembleias Legislativas de vários estados da federação, entre outros, são alvos permanentes de denúncias, e nem por isso deixam de cumprir as suas prerrogativas. Continuaremos trabalhando normalmente, aguardando o desenrolar das investigações e esperando o pronunciamento da Justiça.

Blog: Quais são os seus projetos para administrar a Câmara Municipal de Caicó?

Leleu: Espero contar com a ajuda e a participação de todos os colegas vereadores, das entidades representativas da sociedade, ONGs e da população caicoense em geral, como, aliás, historicamente tem sido. Vamos introduzir alguns projetos na área cultural, estimular a Escola Legislativa e fomentar o debate sobre assuntos pontuais como a estadualização do Hospital Regional, a implantação do Distrito Industrial de Caicó, o funcionamento da Liga Contra o Câncer, a construção do anel viário, entre outros. Também faremos uma interlocução com os nossos representantes na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional, reivindicando mais recursos para saúde, educação e os projetos estruturantes, como a conclusão do saneamento básico da cidade. A nossa gestão, se Deus e Sant’Ana quiserem, será democrática, transparente e interativa.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com