31 mai 2011
 Por 
Blog do Seridó
 às 
12:48min. 
 em 
Diretor do Inca defende lei federal que proíba fumo em ambientes fechados

O diretor-geral do Instituto Nacional do Câncer (Inca), Luiz Antônio Santini, defendeu hoje (31) uma mudança na legislação brasileira para que o fumo seja banido de todos os ambientes fechados. De acordo com Santini, a expectativa é que uma lei federal sobre o tema seja aprovada ainda este ano.

Para ele, o maior prejuízo provocado pelo tabaco é o alto índice de mortalidade – oito em cada dez homens que morrem por doenças respiratórias crônicas são fumantes. Entre as mulheres, a proporção é de seis em cada dez.

Além disso, segundo Santini, 90% dos casos de câncer de pulmão registrados no país estão associados ao fumo. “O cigarro também é incapacitante. A pessoa fica impossibilitada de se locomover, com insuficiência respiratória, que é um sofrimento enorme”, acrescentou.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com