11 mar 2019
 Por 
Blog do Seridó
 às 
21:28min. 
 em 
Defasagem da tabela do IR é de 95%

dinheiroSem ajustes periódicos há 22 anos, a Tabela Progressiva do Imposto de Renda Pessoa Física (Tabela IR) acumula defasagem de 95,46% (percentual acumulado de 1996 a 2018). Levantamento do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional) detalha que o brasileiro paga, a cada ano e em decorrência da não correção da tabela pelo índice da inflação oficial do ano anterior medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cada vez mais pelo Imposto de Renda.

Caso o que é considerado uma “injustiça” pelo Sindifisco Nacional fosse corrigido pela União, “nenhum contribuinte do Imposto de Renda cuja renda tributável mensal seja inferior a R$ 3.689,93 pagaria o imposto”.

“As tabelas continuam com uma defasagem que só aumenta. O governo federal se pronunciou no início do ano sinalizando uma possibilidade de revisão, mas sem se aprofundar. A defasagem acumulada é muito alta e faz com quem trabalhadores que ganham menos tenham cada vez mais imposto retido na fonte.

A revisão da tabela beneficiaria, principalmente, esse trabalhador que ganha menos”, analisa o especialista em Gestão Tributária e professor da Estácio Natal, Leandro Esquincalha.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com