13 jan 2021
 Por 
Blog do Seridó
 às 
10:14min. 
 em 
Baixa eficácia da CoronaVac no Brasil ocorreu devido ao grupo de alto risco

A Sinovac Biotech afirmou que a baixa taxa de eficácia de 50,38% da CoronaVac, no teste de estágio final no Brasil, se deve ao fato de os participantes do teste serem profissionais da saúde que enfrentam um alto risco de contrair covid-19.

Em contraste, vacinas ocidentais, como a desenvolvida em conjunto pela americana Pfizer e a alemã BioNTech, foram testadas entre voluntários, incluindo pessoas da população em geral, algumas das quais estavam menos expostas ao vírus no dia a dia.

A defesa foi feita pelo presidente-executivo da Sinovac, Yin Weidong, em uma coletiva de imprensa em Pequim nesta quarta-feira, e se seguiu- à confusão crescente, já que testes conduzidos no Brasil, Indonésia (65,3%) e Turquia (91%) divulgaram quatro taxas de eficácia diferentes para a mesma vacina.


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com