29 jan 2011
 Por 
Blog do Seridó
 às 
11:01min. 
 em 
Açude Guarita em Tangará pode romper a qualquer momento

O açude Guarita em Tangará está correndo o risco de se romper a qualquer momento. O alerta máximo foi repassado à reportagem da Rádio Santa Cruz AM pelo coordenador da Defesa Civil do município, Alcides Geraldo Barbosa, conhecido por Jabuti, na manhã deste sábado (29).

De acordo com Alcides, a parede que segura quatro milhões e meio de metros cúbicos de água já começou a ruir. A prefeitura de Tangará pede a população dos municípios de Lagoa Salgada, Monte Alegre, São José de Mipibu, Nísia Floresta e, principalmente, Boa Saúde, que são cortados pelo Rio Trairi, para onde as águas do açude irão, que moram nas zonas de risco, que saiam, devido ao iminente perigo de alagamento.

O açude Guarita apresentou os primeiros sinais de arrombamento depois de sagrar, com as fortes chuvas que caíram no último domingo (23) na região do Trairi. Na segunda-feira (24) o prefeito Jorge Eduardo Bezerra (Jorginho) acionou a Defesa Civil do estado, o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, a Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos – SEMARH e o Corpo de Bombeiros para que as providências fossem tomadas.

As obras de reparos para conter o rompimento, tiveram início ainda na terça-feira (25), como a ampliação dos sangradouros e a colocação de lonas nas paredes dos açudes para evitar erosões, mas o como o desgaste da parece do açude já estava bem avançado.

Com informações da rádio Santa Cruz AM


Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com