30 mar 2013
 Por 
Blog do Seridó
 às 
05:40min. 
 em 
Cuidado: Chocolate pode ser letal para cães e gatos

Está pensando em dividir o ovo de chocolate com seu gato ou cachorro? Não faça isso. Entre os alimentos tóxicos para os animais de estimação, o chocolate é um dos maiores vilões, explica a médica veterinária Keila Regina de Godoy, da PremieR Pet. Mas por que isso ocorre?

O fígado dos pets não metaboliza direito uma substância presente no chocolate, a teobromina, que está relacionada com o teor de gordura. Quanto menos gordura, mais teobromina a guloseima contém, ou seja, quanto mais amargo e escuro o chocolate, mais tóxico ao animal ele é. As principais consequências do consumo são: o aumento de contrações musculares, excitação nervosa, micção em excesso, elevação da temperatura corporal, respiração acelerada, taquicardia, vômitos e diarreia.

A veterinária esclarece que a intoxicação geralmente ocorre em animais pequenos e jovens por serem menos seletivos e devido à quantidade de toxina em relação ao peso. “Dependendo da quantidade ingerida, de acordo com o porte do animal, o chocolate pode até levá-lo à morte por parada cardíaca ou respiratória”, alerta Keila.

Quantidades letais

Por exemplo, 300g de chocolate ao leite podem intoxicar um animal de 5kg, e ele pode morrer se a dose chegar a 400g. No caso do chocolate meio amargo, 200g já seriam letais para o pet.

A dica para esta Páscoa é não deixar ovos e bombons em locais de fácil acesso a cães e gatos e cuidar para que a criançada não ofereça a guloseima. Em caso de ingestão acidental, leve-os ao médico veterinário.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!