14 jun 2011
 Por 
Blog do Seridó
 às 
00:06min. 
 em 
Cozinheiro homossexual foi morto por espancamento na sua casa

O cozinheiro Adriano Soares Trigueiro, de 34 anos, foi morto por espancamento na sua própria casa. Ele foi encontrado já morto no início da noite de sábado, 11, completamente despido e com marcas de espancamento na cabeça. A vítima morava sozinho em um quarto da vila, situada a rua Desembargador Lemos Filho, no bairro das Rocas.

Seu corpo inerte foi descoberto por sua tia, que morando vizinho, achou estranho o desaparecimento do sobrinho desde o dia anterior. Chegando na casa dele, a tia deparou-se com seu corpo estendido, ensanguentado e despido, com dois preservativos usados ao lado do mesmo. Próximo, também foi encontrado um cano de escape de moto, avariado e com marcas de sangue.

Homossexual assumido, Adriano chegou em casa na noite de sexta feira acompanhado de dois homens. O crime provávelmente ocorreu pela madrugada, mas nenhum dos vizinhos deu conta da saída dos supostos assassinos nem escutaram nenhum barulho durante a noite. O tio de Adriano revelou ainda que o sobrinho era cozinheiro de um hotel na Via Costeira, mas há algum tempo estava afastado do trabalho por motivo de saúde.

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!