11 nov 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
16:40min. 
 em 
Classe Hospitalar Sulivan Medeiros completa seis anos

A classe hospitalar Sulivan Medeiros completa nesta quinta-feira, 11 de novembro, seis anos de atividades dedicados às crianças internadas no Hospital do Seridó, em Caicó.

O projeto de extensão, que visa cuidar das crianças enfermas e seus acompanhantes, foi implantado pela iniciativa do aluno do curso de Pedagogia 2003.2, Anderson Clayton Duarte de Medeiros, e pelo professor mestre do Campus de Caicó, Adailson Tavares de Macedo.

A classe hospitalar Sulivan Medeiros (foto de arquivo) é pioneira no estado, sendo financiada pelo PROEX e por doações voluntárias, e desenvolve suas atividades todas as tardes acompanhadas pelas alunas do curso de Pedagogia da UFRN.

Orientados pela coordenadora do projeto, Doutora Tânia Cristina Meira Garcia, o grupo de doze voluntários promovem atividades pedagógicas, lúdicas, educativas, contação de histórias infantis, dramatizações e artes. Além das crianças, os acompanhantes também participam das ações educativas.

Em 2010, as classes hospitalares estão sendo implantadas nos hospitais de Natal, pela iniciativa da Defensoria Pública, unidades de saúde e diversos seguimentos da educação.

Nos dias 04 e 05 de novembro foi realizado, na capital do estado, um grande evento sobre a temática classe hospitalar, que contou com a participação da Doutora Elizete Matos – autora de vários livros sobre o tema.

A professora Tânia Cristina participou do evento como palestrante, representando a classe hospitalar Sulivan Medeiros e o Campus de Caicó.

Compartilhe:

2 Comentários

  1. cristiane disse:

    Oi. Sou de Rondônia gostaria ter mais informações sobre gestão hopitalar, sou acadêmica de pedagogia, queria fazer meu TCC sobre pedagogia hopitalar. Saber mais como eu posso estas fazendo este trabalho.
    Obrigada
    Aguardo notícias.

  2. Ana Lucia disse:

    Oi sou de São Paulo gostaria de saber mais sobre Pedagogia Hospitalar .estou terminando minha licenciatura em pedagogia e pretendo fazer pós hospitalar. abraços

Deixe o seu comentário!