30 jul 2010
 Por 
Blog do Seridó
 às 
20:58min. 
 em 
CEJA está abandonado e a culpa é de Wilma de Faria e de Iberê Ferreira

Alguns radialistas de Caicó, onde estou curtindo a Festa da Padroeira Sant’Ana, entrevistaram o governador e candidato à reeleição, Iberê Ferreira, e a ex-governadora Wilma de Faria.

Fizeram perguntas sobre alguns assuntos e até sobre amenidades.

Mas nenhum questionou Iberê nem Wilma a respeito da situação de algumas escolas estaduais de Caicó, especialmente o Centro Educacional José Augusto (CEJA).

Causa revolta e indignação o estado de abandono em que se encontra o CEJA, um dos principais estabelecimentos escolares de Caicó e do Seridó.

Quem passa em frente ao CEJA ou visita a escola sai revoltado com tamanho descaso do Governo do Estado.

E a ex-governadora e o atual governador não tocam no assunto. E nem são questionados sobre o problema. Mas são eles os principais responsáveis pelo estado de precariedade do CEJA.

É preciso que se faça alguma coisa, pois o descaso com o CEJA não é de hoje, mas vem se arrastando há muito tempo.

A comunidade educacional do CEJA – alunos, professores, funcionários e a direção – deveria parar as atividades e só retornar ao trabalho quando o Governo do Estado anunciasse a data do início da recuperação do estabelecimento.

Além de Wilma e de Iberê, a classe política de Caicó também tem sido omissa, pois ninguém abre a boca para denunciar o descaso com o CEJA.

Como ex-aluno do CEJA estou indignado com o estado de total abandono da escola.

Vamos esperar que pelo menos agora na eleição o Governo do Estado se sensibilize e inicie as obras de recuperação do CEJA.

Do blog de Oliveira Wanderley

Compartilhe:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!